Gestão de frotas: reduza seus custos operacionais – Joanini

Gestão de frotas: reduza seus custos operacionais

  • Gestão de frotas: reduza seus custos operacionais

    Gestão de frotas: reduza seus custos operacionais

    A saúde financeira de empresas que contam com grandes frotas de veículos pode depender do bom gerenciamento dessas frotas. Errar a mão aqui pode significar queda na qualidade do serviço e prejuízo. Como especialista na área, a Joanini separou aqui algumas dicas importantes:

    Controle custos – o gestor da frota precisa conhecer todos os custos envolvidos e monitorá-los constantemente. É isso que vai permitir planejar e identificar bem o que deve ser feito. Para ajudá-lo nessa tarefa, existem softwares de gestão, mais necessários quanto maior for a quantidade de veículos. Vale a pena pesquisar e encontrar o que mais se adeque às suas necessidades. Neste caso, devem ser monitorados:

    • custos operacionais;
    • custos administrativos;
    • custos dos investimentos;
    • custos de manutenção.

    Manutenção preventiva – alguns consideram a manutenção preventiva um gasto, mas na verdade é um investimento, e representa redução de custos maiores no futuro. Isso inclui identificar equipamentos mais velhos e substitui-los por novos.

    • Trocas de óleos e filtros no período correto;
    • Regulagem dos freios;
    • Verificação de mangueiras de ar;
    • Calibragem de pneus entre outras.

    Planejamento de rotas – o planejamento determina os melhores percursos, melhorando a qualidade do serviço e evitando gastos desnecessários, trazendo vantagens como:

    • otimização de tempo de transporte;
    • economia de combustível;
    • redução de custos operacionais;
    • desvio de rotas de risco.

    Monitoramento via satélite – um sistema de monitoramento pode ajudar bastante, fornecendo informações que podem ser analisadas e transformadas em otimizações. Ele também permite acompanhar os motoristas e avisar aos clientes sobre o status de sua entrega, além de ser um forte auxiliar quando se fala em segurança.

    Produtos de qualidade – o uso de produtos de qualidade é fundamental para ampliar a vida útil dos serviços de manutenção. Um óleo lubrificante de qualidade, por exemplo, pode reduzir os custos com o conserto de peças do motor.

    Metas mensuráveis – determine metas a serem atingíveis – como um percentual de custo a ser reduzido – e, a partir delas, determine que ações serão necessárias para isso. Um exemplo: se a ideia é reduzir os custos com combustíveis em 5%, é necessário conscientização e treinamento dos motoristas, conhecendo o equipamento ele pode dirigir com foco em economia.

    Instrua os motoristas – Peça fundamental na cadeia logística, esse profissional tem de ser treinado e valorizado. Um treinamento continuo com ênfase na direção econômica, trará uma vida útil prolongada do equipamento e seus periféricos como: maior vida útil do sistema de freio, maior vida útil do motor diferencial e cambio, além de um consumo de combustível sem desperdícios. Os veículos possuem cada vez mais alta tecnologia embarcada, portanto é de extrema importância a interação máquina e motorista.

    É sempre bom lembrar que a gestão de frotas não é tarefa fácil e é preciso atenção e foco dos responsáveis. Se o transporte não é o core de sua empresa, você sempre pode contar com parceiros como a Joanini, que pode funcionar como o braço logístico de sua empresa. Além de nossa experiência e foco, somos especialistas em buscar saídas para minimizar custos. Conte conosco!

    Comments are closed.